fbpx Colégio Food, Farming and Forestry (F3) | ULisboa

Colégio Food, Farming and Forestry (F3)

Colégio F3 - Food, Farming and Forestry

Colégio Food, Farming and Forestry (F3)

O Colégio “Food, Farming and Forestry (F3)” é o catalisador da criação de conhecimento transdisciplinar nas áreas de alimentação, agricultura e florestas na ULisboa.

Share Colégio Food, Farming and Forestry (F3)

Neste quadro, constitui o elemento dinamizador de uma abordagem holística de promoção do desenvolvimento científico e tecnológico e do ensino para a inovação nos setores alimentar e agroflorestal, sendo elemento motor de políticas públicas antecipativas perante os múltiplos desafios com que a sociedade humana se confronta ao nível nacional e internacional.

É missão deste Colégio partilhar competências interdisciplinares dos domínios da alimentação, da agricultura e da floresta para estimular o desenvolvimento de conhecimento transdisciplinar dirigido à inovação e valorização tecnológica, à promoção da responsabilidade social e ambiental, assim como a uma governança integrada dos setores alimentar e agroflorestal.

Coordenação: Amélia Branco (Instituto Superior de Economia e Gestão)

Equipa: Todas as Faculdades e Institutos da ULisboa - Faculdade de Arquitetura (FA), Faculdade de Belas-Artes (FBA), Faculdade de Ciências (FC), Faculdade de Direito (FD), Faculdade de Farmácia (FF), Faculdade de Letras (FL), Faculdade de Medicina (FM), Faculdade de Medicina Dentária (FMD), Faculdade de Medicina Veterinária (FMV), Faculdade de Motricidade Humana (FMH), Faculdade de Psicologia (FP), Instituto de Ciências Sociais (ICS), Instituto de Educação (IE), Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT), Instituto Superior de Agronomia (ISA), Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) e Instituto Superior Técnico (IST).


 

Governação

A gestão da atividade do Colégio F3 é assegurada por uma Direção apoiada por um Conselho Coordenador. A gestão tem o apoio de dois órgãos externos para a orientação estratégica, designadamente a Comissão de Acompanhamento e a Comissão Externa, onde estão representados atores-chave com impacto no cumprimento da missão do Colégio. A estrutura de governação baseia-se num modelo simples e flexível, participativo e colaborativo, em que cada órgão tem as seguintes funções:

Conselho Coordenador (triénio 2021-2024)
Amélia Branco (ISEG), Catarina Guerreiro (FM), Cecília Galvão (IE), Leonel Fadigas (FA), Joana Marques (FMD), José Manuel Palma-Oliveira (FP), Luís Goulão (ISA), Luís Moreno (IGOT), Manuel Coelho (ISEG), Margarida Gaspar de Matos (FMH), Margarida Santos-Reis (FC), Maria João Estorninho (FD), Maria Henriques (FF), Mónica Mendes (FBA), Mónica Truninger (ICS), Paulo Seixas (ISCSP), Ricardo Teixeira (IST), Rui Bessa (FMV), Teresa Nunes (FL).


 

REcursos, Alimentação e SOciedade (REASOn) – Um novo modelo de Doutoramento em Ciências da Sustentabilidade

O Doutoramento em Ciências da Sustentabilidade é uma nova oferta formativa de 3.º Ciclo na ULisboa. Distingue-se dos demais ciclos de estudos em “sustentabilidade” pelo foco na dimensão da produção e consumo de alimentos como vetor central dos desafios que se colocam à sustentabilidade, reconhecendo que a compreensão dos sistemas alimentares e a atuação sobre o sistema alimentar global são instrumentos fundamentais para o desenvolvimento sustentável e exigem investigação sobre as interações entre a ecologia e a socio-economia.

A ULisboa possui massa crítica e centros de investigação com enorme reconhecimento em todos os domínios do conhecimento necessários à excelência deste novo ramo em “ciências da sustentabilidade”, consolidada na criação do Colégio F3. Ao ser administrado pela ULisboa com o envolvimento de docentes das suas Escolas que se reúnem em métodos pedagógicos imersivos e integradores que promovem a interdisciplinaridade, constitui-se como um muito inovador e pioneiro avanço nesse sentido.

Página do Doutoramento em Ciências da Sustentabilidade



Parceriais

O atual paradigma para criação de valor social beneficia de transdisciplinaridade na investigação, capacitação de equipas de pesquisa, bem como formação e desenvolvimento pessoal de quadros de I&D, a par do saber e saber-fazer comunicação de ciência. O Colégio visa ser um parceiro de empresas e organizações do setor público e privado, respondendo aos desafios que lhe são colocados, tanto em questões de comunicação informada e independente com a sociedade, como no apoio técnico ao saber transdisciplinar e em atividades de formação ou desenvolvimento de novas soluções. 
Privilegiando o contacto direto com agentes e atores sociais, públicos e privados, com influência, jurisdição e exercício no âmbito da alimentação, agricultura e florestas, o Colégio F3 manifesta-se e assume-se como parceiro-catalisador, com reconhecimento junto da sociedade, nas seguintes seis ações-tipo, repartidas por três nós da mesma linha nodal:
 
Eixo de apoio a políticas públicas antecipativas:

  • “Think tank”, num modelo de autonomia e independência do Estado e dos grupos de interesse, para coprodução de conhecimento efetivo e credibilização de produtos e serviços;
  • Aconselhamento técnico-científico independente, integrado e participado;
  • Eixo da coprodução de saber, saber-fazer, bens e serviços:
  • Desenvolvimento de produtos, processos e serviços orientados para resultados;
  • Experimentação e otimização de soluções para responder a desafios complexos (em “laboratório” ou na empresa/organização);
  • Eixo da distribuição: ações de formação e extensão:
  • Cursos de especialização com foco transdisciplinar em diversos níveis formativos;
  • Cursos de aquisição de competências para altos quadros.